» » Abismo Invertido, O
Download Abismo Invertido, O epub book
ISBN:852503892X
Author: Adriano Schwartz
ISBN13: 978-8525038920
Title: Abismo Invertido, O
Format: lit mobi lrf mbr
ePUB size: 1350 kb
FB2 size: 1850 kb
DJVU size: 1259 kb
Language: Portuguese Brazilian
Publisher: Globo; 1 edition (2012)

Abismo Invertido, O by Adriano Schwartz



Publication, Distribution, et. Rio de Janeiro On this site it is impossible to download the book, read the book online or get the contents of a book. The administration of the site is not responsible for the content of the site. The data of catalog based on open source database. All rights are reserved by their owners. Download book O abismo invertido : Pessoa, Borges e a inquietude do romance em O ano da morte de Ricardo Reis, de José Saramago, Adriano Schwartz ; prefácio, Alcir Pécora

Adriano Schwartz’s Followers. None yet. Adriano Schwartz. Adriano Schwartz’s books.

Contra Saramago e a favor de seu romance. Talvez seja essa uma boa definição do estudo de Adriano Schwartz, que discute O Ano da Morte de Ricardo Reis, uma das obras-primas do autor português

Mantra Invertido by Deuszebul, released 22 December 2014 1. Besta 2. Negação 3. Portador do fim Released 22 December 2014 Recorded by Leo Paiva on december 2014 at Estúdio R, Natal/RN, Brazil Mixed and Mastered by Adriano Sabino All songs and lyrics by Deuszebul Cover art by Fernando JFL (Giotefeli Anti Arte) deuszebull. Recorded by Leo Paiva on december 2014 at Estúdio R, Natal/RN, Brazil Mixed and Mastered by Adriano Sabino All songs and lyrics by Deuszebul. Cover art by Fernando JFL (Giotefeli Anti Arte) deuszebull.

O Abismo Invertido originou-se da tese de doutoramento de Adriano Schwartz, defendida na Universidade de São Paulo em meados de 2003. No entanto, desde o início o livro foge do convencional. O primeiro capítulo compõe-se de um diálogo, construído à maneira de Saramago, em que diversos estudiosos da forma romanesca debatem, enquanto o leitor tem a oportunidade de acompanhar o desenvolvimento das idéias que pautaram as principais teorias do romance, uma das formas literárias mais importantes para a literatura ocidental. Entre as personagens habilmente escolhidas por Adriano Schwartz podemos encontrar desde Aristóteles até Walter Benjamim. Aliás, o próprio Saramago termina colaborando com o diálogo, fornecendo algumas de suas opiniões sobre a arte romanesca. O livro prossegue, já no segundo capítulo, procurando entender algumas questões básicas para a compreensão do universo literário do autor português. Seu narrador, sobretudo, ocupa um lugar central de análise, cujo foco reside na percepção de que há certa "mistura de pessoas": um narrador de terceira assume papéis de primeira pessoa. Nesse momento, também, Adriano Schwartz mostra como os estudiosos com muita freqüencia se deixaram contaminar pela opinião que o próprio Saramago tem a respeito de seu texto. Depois, o estudo abre espaço para a análise de alguns trechos centrais na construção da trama de O Ano da Morte de Ricardo Reis. Aos poucos, Schwartz vai demonstrando como, através de inversões e deslocamentos, o texto se constrói como um jogo -de regras incertas, é verdade. Entre as tantas observações, o autor nota argutamente que as personagens do romance são, quase sempre, produtoras de pequenas mentiras, uma das muitas formas de ficção presentes na narrativa. No final, o livro chega a adquirir ares de "romance policial": através da decodificação de citações, que passam por Camões e Fernando Pessoa para culminar, surpreendentemente, em Borges e em um certo jogo de xadrez, Adriano Sch[...]